Compartilhe com os amigos

 

Olá como vai você? Tudo bem?

Hoje vamos falar um pouco sobre os famosos erros mais comuns que nós os brasileiros cometemos quando estamos aprendendo a língua inglesa.

Existe um ditado que diz que é errando que se aprende, isso é de certa forma verdadeiro.

Todas as pessoas que estão aprendendo uma língua estrangeira, de uma forma ou de outra acabam sempre cometendo muitos erros, e esses erros tendem a serem comuns entre pessoas que falam a mesma língua porque muitas vezes eles são influência dessa língua nativa das pessoas.

3 jovens conversando em inglês
Pessoas tendo problema para se comunicar em inglês é muito comum

Essa influência geralmente pode ser vista em três pontos principais que são:

  • Uso Gramatical (formas de usar as regras gramaticais específicas de cada língua;
  • Uso de Vocabulário (formas diferentes de utilizar expressões, palavras e sentenças próprias de uma determinada língua ou dialeto;
  • Pronúncia (forma como são pronunciadas as palavras e frases de diferentes formas que podem variar muito conforme a região.

Vamos começar então apresentando aquilo que os brasileiros mais costumam errar:

 

Erros de Uso Gramatical


There is

Muita gente confunde na hora de usar “there is” (verbo haver, existir) e acaba colocando “have” (verbo ter) no lugar de uma forma completamente errada.

Por exemplo:

Tem uma caneta na mesa.

Errado = Have a pen on the table.

Correto = There is a pen on the table.


Have

Outro caso com o verbo ter (have), muita gente quando quer dizer a própria idade erra nisso. Em inglês você não diz que tem x anos de idade e sim que você é x anos velho (numa tradução livre pra ficar mais fácil de entender ok 🙂 ).

Por exemplo:

Eu tenho 34 anos de idade.

Errado = I have 34 years old.

Correto = I am 34 years old.


Cuidado com o uso do “S” no final das palavras

Em português nós colocamos o “s” no final das palavras quando usamos o plural e quando falamos na terceira pessoa, mas em inglês nem sempre isso se aplica e fica muito feio quando as pessoas fazem isso.

Por exemplo:

Eles trabalham muito duro.

Errado = They works very hard.

Correto = They work very hard.


 

Erros de concordância

Em português nós fazemos a concordância do adjetivo com o substantivo, mas em inglês isso não é valido.

Por exemplo:

Há muitas outras mães.

Errado = There are many others mom´s.

Correto = There are many other mom´s.


Algumas palavras que não tem plural em inglês, ou que são incontáveis

Nós usamos o plural adicionando o “s” ao final das palavras para indicar uma quantidade maior de algumas coisas, porém em inglês temos algumas palavras que não se deve fazer isso, mas muita gente erra.

Por exemplo:

accomodation, advice, baggage, information, news (notícia ou notícias sempre com “s” no final), travel, work.

Todas essas palavras devem ser usadas da mesma forma no singular e no plural, sem acrescentar “s” no final.


homem-confuso-aprenda-ingles
Errar é humano, mas precisamos mesmo errar sempre?

 

Erros de uso de vocabulário


 

Palavras diferentes com a mesma tradução.

Exemplo mais clássico: to lose and to miss.

Como a tradução de lost e de miss é perder em português, muitos confundem o seu uso na hora de falar inglês.

Não há uma regra clara de quando usar um ou outro, você tem que aprender com a vivência os casos onde dever usar cada um deles. Pra ajudar segue uma lista de cada pra você não errar mais:

  • miss a class = perder uma aula
  • miss a chance = perder uma chance, perder uma oportunidade
  • miss the train = perder o trem
  • miss the flight = perder o voo
  • miss a party = perder uma festa (não ir a uma festa)
  • miss the concert = perder o show (não ir ao show)
  • miss an event = perder um evento (não ir a um evento)
  • lose the wallet = perder a carteira
  • lose money = perder dinheiro
  • lose the keys = perder as chaves
  • lose one’s way = perder-se, errar o caminho
  • lose one’s mind = perder a cabeça, perder a razão
  • lose one’s job = perder o emprego, ganhar as contas
  • lose weight = perder peso, emagrecer
  • lose faith = perder a fé
  • lose hope = perder a esperança
  • lose interest = perder o interesse

To do and To make

Neste caso os dois podem ser traduzidos como “fazer”, porém você deve usar “to do” para se referir a ações e “to make” no sentido de criar ou produzir.

Por exemplo:

Do the homework – Fazer a lição de casa;

Do your best! – Faça o seu melhor!

Make it beaultiful. – Faça bonito.

Make some cofee. – Faça um pouco de café.


Conclusão

Todos nós brasileiros temos alguma dificuldade para aprender a falar inglês, é muito comum e até normal, afinal de contas é uma língua nova e diferente da que estamos habituados.

Algumas pessoas tem maior facilidade de assimilar a língua falada e até podem se sair bem conversando em inglês com alguém, seja em alguma atividade profissional, uma reunião de negócios ou em alguma viagem para o exterior por prazer.

Outras pessoas não se dão muito bem com as conversas e não possuem muita fluência, começam a gaguejar e faltam as palavras, ficam nervosas e esquecem até o assunto que estavam querendo comunicar.

Mas acho que onde a coisa pega mesmo é na hora de escrever, de produzir um texto.

Seja um e-mail, um comentário em um post no seu blog favorito, seja uma carta para alguém ou para alguma empresa, seja aquele relatório para a matriz internacional da empresa para qual você trabalha ou presta serviços.

Todo mundo se enrola na gramática e na ortografia quando se trata de escrever um texto em inglês, é muito normal isso. Por isso é muito importante que você estude de forma correta e aprenda realmente aquilo que importa da forma certa. Depois que você aprende errado não vai nem perceber que está andando por aí escrevendo errado e passando a maior vergonha, as vezes até perdendo boas oportunidades porque a pessoa que leu o que você escreveu achou que não valia a pena perder tempo com uma pessoa que não sabe nem escrever direito.

Lembre-se que para um nativo alguns erros básicos são considerados inadmissíveis, assim como nós fazemos com quem escreve errado em português aqui no Brasil.

Então minha dica é a seguinte, estude muito. Mas estude de forma correta e com um bom professor, que tenha um método comprovado e eficiente onde você tenha resultado rápido e consistente com a sua dedicação.

Eu recomendo que você conheça o melhor curso de inglês da atualidade na minha opinião pessoal, já vi pessoalmente várias pessoas que fizeram o curso e elas mesmas após conseguir avançar rapidamente a um nível de fluência e entendimento muito bom recomendam para outras pessoas da própria família e amigos, por isso tenho mais certeza ainda que o curso vale a pena, e por isso continuo recomendando sempre.

Por hoje é só pessoal, boa sorte nos estudos e até a próxima.